Definição de Energia Nuclear

Os prótons, por estarem juntos no núcleo, têm a tendência de se repelirem. Por permanecerem unidos, comprova-se a existência de uma energia nos núcleos dos átomos com mais de uma partícula para manter essa estrutura.

A energia que mantém os prótons e nêutrons juntos no núcleo é a energia nuclear, isto é, a energia de ligação dos núcleons (partículas do núcleo).

Reação em Cadeia

Essa energia é liberada pela divisão de um núcleo pesado, com muitas partículas nucleares (como o urânio-235 e urânio-238), através do choque de um nêutron com esse átomo (processo chamado de fissão nuclear). A energia que mantinha esses dois núcleos juntos é então liberada na forma de calor (energia térmica).

Nêutron Energia Nuclear

Cada fissão libera, além de 2 núcleos, 2 ou 3 nêutrons, que atingirão outros núcleos, e assim sucessivamente, num processo chamado de reação em cadeia.

Reação em Cadeia

A reação em cadeia normalmente não para até consumir quase todo o material físsil (que sofre fissão nuclear), no caso o urânio-235.

Controle da Reação em Cadeia

A forma de controlar a reação em cadeia consiste na eliminação do agente causador da fissão: o nêutron. Alguns elementos químicos, como o boro, na forma de ácido bórico ou de metal, e o cádmio, em barras metálicas, têm a propriedade de absorver nêutrons, porque seus núcleos podem conter ainda um número de nêutrons superior ao existente em seu estado natural, resultando na formação de isótopos de boro e de cádmio.

Esse princípio é utilizado como mecanismo de segurança para o reator na usina nuclear.

Share Button